Guarda Municipal de Itapecuru inicia campanha de alerta para uso de pipas em vias públicas
23/07/2019 06:54 em Itapecuru

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Itapecuru Mirim iniciou campanha de alerta contra o uso de pipas (papagaios) em vias públicas, um perigo constante que tem causado acidentes graves especialmente neste período do ano.

Mês de Julho é motivo de preocupações não só para as famílias, mas também para as autoridades municipais que buscam prevenir a ocorrência de acidentes, trata-se do período de férias escolares. É quando a criançada passa maior parte do tempo brincando na vizinhança e aproveitando ao máximo ruas, vielas e avenidas próximas ou até mesmo distantes de casa.

Ventos Fortes

Os ventos fortes desta época do ano são justificados pela mudança de estação do ano. Em 2019 o inverno aqui no hemisfério Sul começou às 12h 54min do dia 21 de Junho e tem seu término previsto para o dia 23 de Setembro às 04h 50min. As massas de ar se movimentam com intensidade causando desolcamento de rajadas de ventos do oceano para o continente, durante do dia, e do continente para o oceano, durante a noite. Um verdadeiro deleite para a criançada.

Pipas (papagaios)

Nas férias, das brincadeiras a que requerer atenção maior durante o dia são as tradicionais pipas. Não por elas em si, mas pelo uso do tão temido cerol que representa graves riscos principalemtne a quem trafega nas vias públicas em veículos ciclomotores. Motos, motonetas e mesmo a bicicleta, por serem mais rápidas, deixam condutores mais expostos e vulneráveis apresentando maior ocorrência de acidentes.

Cerol

É uma mistura feita de coma (ou cola sintética), vidro triturado ou mármore que se aplica em toda a extensão da linha com objetivo de abater o oponente (lanceada). Esta junção vira uma arma altamente cortante com capacidade de degolar o Ser Humano a qualquer tempo, dependendo da velocidade com que se dá o choque entre linha (com cerol) e massa corpórea. O impacto que incide sobre a ação leva à morte por duas razões principais.

A primeira, pelo corte de veias importantes no atrito de choque, há registros inclusive de decaptação devido à resistência da linha acidantalmente exposta na via pública. Como fica quase imperceptivel, na maioria das vezes a vítima só percebe quando há o contato. Podendo ser tarde demais.

A segunda, pela conrrente sanguínea que absorve os minúsculos cacos de vidro podendo levar a óbito em questão de horas. É importante lembrar que para ser absorvida basta que a vítima manuseie o produto, mesmo que ela não esteja (ou tenha o hábito de) impinando pipa deve ter cuidado redobrado e tomar precauções como uso de luvar e máscara para não inalar o pó de virdo. O mais seguro mesmo é não usar cerol jamais.

No Brasil há municípios onde já existem leis locais proibindo o uso do cerol ainda que em lugares pouco movimentados, zonas rurais ou ambientes fechados. è o caso de Fortaleza, por exemplo.

Linha Chilena

Outra dor de cabeça para as autoridades e mais um risco enorme para pdestres ou condutores de veículos é a Linha Chilena. Produzida de modo diferente do cerol, ela é feita com algodão, pó de quatzo com óxido de alumínino e chega a ter poder de corte quatro vezes maior que o cerol. Fabricada em escala industrial, não é muito comum no interior do Maranhão.

A Campanha

Obstinada em garantir a segurança do cidadão itapecuruense, a Guarda Civil Municipal deflagrou operação para prevenir acidantes com cerol na cidade. O tema da peça publicitária já é um alerta "Não brinque de pipa nas vias públicas!", recado mais que direto para que a criançada entenda logo de pronto os perigos e consequências de quem faz o contrário.

No canto superior esquerdo do panfleto divulgado pelo órgão uma placa de sinalização mostra o fato propriamente dito "cerol mata", complementando o sentido da mensagem. A imagem escolhida para ilustração dá maior credibilidade, apresenta cena de um garoto empinando pipa e ao longo da via, vindo em sua direção, um motociclista na iminência de ser atingido pela linha com cerol.

A campanha tem o apoio da Prefeitura Municipal de Itapecuru Mirim, Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer. Deve durar durante todo o período de inverno com ênfase neste período final de férias escolares.

Como não há legislação municipal que proíba o uso ou determine a apreensão dos equipamentos, a Guarda Municipal segue seu trabalho de conscientização em rondas ostensivas por toda Itapecuru. Sempre prezando pelos princípios das funções que estão estampadas junto ao brasão da entidade "Servir e Proteger.

Fonte: Da Redação

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!