Expostos a sol e chuva cidadãos itapecuruenses são humilhados para marcar consulta no município
31/05/2019 09:28 em Itapecuru

Humilhante a situação por que passa a população itapecuruense para marcar uma simples consulta na rede municipal, expostos a sol e chuva a comunidade mais carente sofre com a falta de estrutura no setor que foi objeto de promessas em campanha pelo atual prefeito Miguel Lauand.

Já há quase um mês famílias se revesam nas vagas guardadas numa fila gigantesca formada por quem precisa agendar uma consulta, a solução encontrada por eles é deixar cadeiras, bancos e até mesmo pedras ou tijolos enquanto o sol forte e escaldante inside sobre a calçada do prédio onde fica a central de marcação.

Na noite desta quinta-feira (30) a secretaria municipal de saúde resolveu tomar uma providência, mas em vez de resolver o problema quis agir pela maneira mais fácil e acabou piorando a situação. A guarda municipal foi acionada para confiscar cadeiras que estivessem marcando vez na fila e o tumulto tomou conta do lugar, um veículo recolheu os assentos e agora pela manhã (sexta-feira, 31) uma multidão se acotovela na calaçada fugindo do sol forte.

A votação expressiva do atual prefeito se deu pelo fato de ser ele um médico que conhece a realidade e as dificuldades do município e, sobretudo, da população mais carente. Quando em campanha, o médico Dr. Miguel Lauand apresentava soluções para todos os problemas da saúde municipal e bradava de cima dos palanques com propriedade que impressionava, mas a realidade se apresentou de maneira desastrosa e mostrou que tudo não passava de discurso.

O administrador que todos esperavam ver, com a expectativa de gestões passadas, se revelou tão autoritário que muitos o comparam a ditadores da mais alta estirpe. Os secretários não têm autonomia para realizar ações e gerirem suas pastas, permanecem engessados sem poder mostrar o potencial que têm guardado para desenvolvimento do município.

Em tempos de internet, quando a informação e o acesso a dados como recursos e transferências feitas para a prefeitura, a administração começou a ver o cidadão itapecuruense desmistificar a figura do "bom gestor" que foi pintada pelo próprio Miguel em campanha. Os valores astronômicos de licitações que mostraram-se suspeitas, o dinheiro licitado não condizente com o serviço apresentado, a ausência de publicidade em ações institucionais são apenas algumas das evidências que vieram à tona com a rede mundial de computadores.

A central de marcação de consulta é mais uma promessa não cumprida, ela soma-se a de melhorias nos postos de saúde, valorização dos servidores do setor e a de criação de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que funcionasse 24 horas. O ministério Público ainda não se pronunciou sobre a situação, a comunidade itapecuruense aguarda um basta nesta humilhação.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!